História da nossa igreja Assembléia de Deus

             

           História da Assembléia de Deus em Pernambuco
        A Igreja Evangélica Assembléia de Deus, fundada pelos missionários suecos Joel Carlson e Signe Carlson, em 24 de Outubro de 1918, celebra este ano seu 93º aniversário, solidificada nas doutrinas bíblicas e inflamada pelo fogo do Espírito Santo. A chegada do casal pioneiro a Pernambuco foi uma direção divina para o estabelecimento de um trabalho pentecostal, voltado à pregação do genuíno Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo e à defesa da “fé que uma vez por todas foi entregue aos santos” (Jd v.3).
 O missionário Joel Carlson iniciou as atividades da Igreja no bairro da Boa Vista, na residência dos irmãos João Ribeiro e Felipa Ribeiro, onde foi realizado o primeiro culto. O evangelismo era realizado nas praças da cidade e nas residências, sob muita perseguição e indiferença, entretanto, a semente encontrou boa terra e cresceu abundantemente. O Senhor fez prosperar a Igreja Assembléia de Deus em Pernambuco sob a liderança do missionário Joel Carlson. Durante seu pastorado, foi inaugurado o primeiro templo, situado à Rua Castro Alves nº 255, em 15 de Abril de 1928, seguido de muitos outros pelos bairros do Recife. O trabalho também se propagou pelo interior do Estado, como demonstração da aprovação divina. Vale destacar a cooperação de outros irmãos na obra do Senhor em Pernambuco durante este período, como os missionários Samuel Hedlund e Tora Hedlund, e as irmãs Ingrind Franzon, Esther Anderson, Augusta Anderson e Elisabeth Johansson, entre muitos outros. O missionário Joel Carlson pastoreou o rebanho do Senhor até ser recolhido ao descanso celestial, no dia 08 de Setembro de 1942.
        Após a gestão do missionário Joel Carlson, outros líderes estiveram à frente da Igreja Assembléia de Deus em Pernambuco. O pastor José Bezerra da Silva, seu sucessor imediato, liderou a Igreja até o ano de 1953. Foi então sucedido pelo pastor José Rosa dos Santos, que dirigiu a Igreja por alguns dias em caráter interino, sendo substituído pelo pastor Manoel Messias Ramos, que por dois anos esteve na direção da Igreja do Senhor, no período de novembro de 1953 a novembro de 1955. Logo a seguir veio um período de transição, no qual a Igreja foi dirigida pelo pastor Joaquim Gomes da Silva, entre novembro de 1955 a Maio de 1956, quando ocorreu a eleição de um novo pastor presidente.
        Em 23 de maio de 1956, numa reunião da Convenção Estadual de Ministros, dirigida pelo missionário Eurico Bergsten, o pastor José Amaro da Silva foi eleito presidente da Assembléia de Deus no Estado de Pernambuco. Sua vida foi uma trajetória de oração e estudo incessante da Palavra de Deus, tornando-se, até os dias atuais, uma referência para os obreiros da Igreja do Senhor. Freqüentemente convidado a participar de convenções de obreiros em outros Estados, suas apreciações e conselhos eram sempre respeitados, sua palavra possuía muito peso ante os demais pastores. Dedicou seu ministério buscando o crescimento da igreja em todo o Estado, construindo templos, dando assistência aos obreiros e cumprindo uma agenda de constantes visitas às filiais estabelecidas no interior.
        O pastor José Amaro da Silva se notabilizou por sua firmeza doutrinária e pela coragem de enfrentar grandes desafios em favor da Igreja, como a aquisição do terreno e a construção do Templo Central. Enfrentando a escassez de recursos, empreendeu uma campanha para a aquisição do terreno, que, com muitas dificuldades e de modo miraculoso, foi adquirido e pago. O projeto de construção foi elaborado e a Igreja se preparava para a grande tarefa, quando foi surpreendida por uma desapropriação por decreto do Governo Estadual, sob alegação de que, no local, deveria ser construído um colégio. Sem uma solução jurídica plausível, o pastor José Amaro iniciou uma jornada de jejum e oração, junto com toda a Igreja do Senhor. Após alguns meses em batalha espiritual, o decreto foi revogado, e o terreno voltou às mãos da Igreja, para a glória do nome de Jesus. Foi iniciada, então, a construção da nova sede estadual, sendo programada sua inauguração para o dia 24 de Outubro de 1977, coincidindo com a data do aniversário da Assembléia de Deus do Estado de Pernambuco.
        Entretanto, os caminhos de Deus são inescrutáveis, e, após vinte e um anos de um diligente e notável pastorado, que abalizou a Igreja em todo estado nas doutrinas bíblicas e nos bons costumes, o servo do Senhor foi recolhido ao descanso celestial, no dia 14 de abril de 1977, deixando uma herança de fé e conquistas espirituais para as gerações posteriores.
        Após um período de oração e jejum, a Convenção Estadual de Ministros, outra vez sob a direção do missionário Eurico Bergsten, elege o Pastor José Leôncio da Silva como presidente da Assembléia de Deus em Pernambuco, no dia 04 de Julho de 1977. Por vinte e cinco, este servo de Deus havia auxiliado o pastor José Amaro na administração das finanças da igreja, sendo um braço forte e fiel colaborador, estando sempre a serviço da Igreja na capital e no interior do Estado. Agora, como presidente da Igreja, assumia vários desafios, entre eles, conduzir as obras de conclusão do Templo Central, principiada na gestão anterior, vindo a inaugurar o empreendimento no dia 24 de Outubro de 1977.
        Seu pastorado foi caracterizado pelo amor às ovelhas do Senhor, por uma visão ampla em relação a Igreja, bem como pela realização de grandes empreendimentos, como a organização da Secretaria de Missões e o início das missões transculturais, enviando, através da Igreja, o primeiro casal missionário à Argentina, o pastor Ailton José Alves e esposa Judite Alves, no ano de 1981. Este foi apenas o princípio da história de missões da IEADPE, visto que em seguida seriam enviados missionários aos continentes africano, asiático e europeu.
         Durante os vinte e um anos em que o pastor José Leôncio da Silva esteve à frente da Assembléia de Deus em Pernambuco, a Igreja experimentou um grande avivamento espiritual, estendendo ainda mais suas cortinas e ficando estacas cada vez mais distantes, no interior e no sertão do Estado, e consolidando o trabalho de evangelismo na capital. O pastor José Leôncio da Silva notabilizou-se pelo seu profundo amor a Deus e à Igreja, resultado de uma visível e profunda comunhão com Deus. Ainda durante seu pastorado, podemos destacar a implantação de vários trabalhos, entre os quais o pioneirismo das cruzadas evangelísticas, a implantação dos grupos de discipulado vinculados às campanhas evangelizadoras e a realização dos congressos de mocidade, que alcança toda juventude do Estado, entre muitas outras iniciativas.
        No ano de 1998, o pastor José Leôncio da Silva discerniu, pelo Senhor, que havia cumprido sua tarefa na presidência da Igreja. Então, após mais de duas décadas de serviço incessante e sacrificial, deixa o comando da Assembléia de Deus em Pernambuco, deixando o legado de uma vida santa e irrepreensível, um exemplo de fé e comunhão a ser seguido por todos nós. No ano de 2002, o Senhor achou por bem recolher o seu servo ao descanso celestial, onde aguarda a bem aventurada ressurreição dos justos e a recompensa do Pai Celestial.
        Em Outubro de 1998, após a jubilação do pastor José Leôncio da Silva, assume a presidência das Assembléias de Deus em Pernambuco o pastor Aílton José Alves, atual Presidente da Igreja (IEADPE) e da Convenção Estadual de Ministros (CONADEPE). Seu pastorado tem sido grandemente abençoado pelo Senhor, e pontuado por diversos empreendimentos, como, por exemplo, a utilização da mídia para a propagação da Palavra de Deus, através da Rede Brasil de Comunicação, uma grande conquista da Igreja Assembléia de Deus em Pernambuco.
        Podemos ainda mencionar outras conquistas e realizações da IEADPE na gestão do nosso atual Pastor Presidente. O trabalho missionário tem se expandido e alcançado diversos povos e línguas, e hoje, a Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Pernambuco se faz presente em vários países, com mais de 70 templos espalhados pelo mundo. O trabalho social da Igreja é reconhecido pela sociedade pernambucana como um dos mais profícuos, sendo referência de organização e eficiência, tendo recebido várias menções honrosas, homenagens e condecorações. A expansão dos trabalhos, tanto na capital como no interior do Estado, é evidenciada pelo acréscimo de templos e salões locados, em decorrência do aumento do número de membros, fato comprovado pelos grandes batismos em águas realizados bimestralmente. A direção divina na liderança do pastor Ailton José Alves, tem conduzido a Igreja a uma abrangência em suas atividades. Sua visão aguçada em relação às atividades eclesiásticas deu início a trabalhos inovadores, como coordenação de uniões de adolescentes, o PROATI (Programa de Apoio à Terceira Idade), o Departamento da Família, entre outros. Também foram inseridos vários eventos no calendário da Igreja, entre eles o congresso de mulheres, congressos de adolescentes e SAMAD’s (Seminário de Aperfeiçoamento Ministerial das Assembléias de Deus).
       A caminho do Centenário, vários são os projetos idealizados pelo nosso Pastor Presidente, sob a orientação divina. Entre tantos desafios, temos a construção de uma nova sede estadual, com capacidade para 30 mil pessoas, para a realização dos grandes eventos de nossa Igreja. Vislumbram-se novos desafios missionários, a colheita de muitas vidas para Cristo, a evangelização de lugares não alcançados, novas conquistas na área de comunicação, realização de cruzadas evangelísticas, edificação de novos templos, ampliação das obras sociais e a formação de novos obreiros. Sob a égide da fé, podemos dizer como o apóstolo Paulo: “Tendo por certo isto mesmo: que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao Dia de Jesus Cristo” (Fl 1.6).
                                                   Quem somos
 A Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Pernambuco é uma instituição religiosa sem fins lucrativos, de raiz pentecostal, fundada pelos missionários suecos Joel Carlson e Signe Carlson, em 24 de Outubro de 1918, denominada inicialmente Livre Missão Sueca, com sua sede à Avenida Cruz Cabugá, 29, Santo Amaro, Recife, Estado de Pernambuco.
        Nossa missão principal é obedecer ao IDE de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (Mc 16.15), e pregar o Evangelho a toda a criatura. Somos fruto de missões e, conseqüentemente, temos como prioritária as atividades missionárias, espalhando a semente de salvação por todo o mundo.
        Estabelecida em todos os municípios de Pernambuco, sob a direção do Pastor Presidente Ailton José Alves, conta hoje com mais de 3000 templos espalhados por todos os municípios do Estado, e mais de 70 espalhados pelos campos missionários.
        Vivendo em meio a uma sociedade que despreza os valores morais e éticos, defendemos e vivenciamos os princípios absolutos da Palavra de Deus. Temos a Bíblia Sagrada como única regra de fé e governo, seguindo suas doutrinas e orientações quanto um viver santo e isento da corrupção do mundo. Vivemos para prestar culto ao Deus único, criador dos céus e da terra, para difundir as doutrinas pentecostais neotestamentárias, promover o desenvolvimento espiritual de nossos membros e ensinar a Palavra de Deus. Da Bíblia Sagrada, extraímos nossa Declaração de Fé que consiste de 14 temas doutrinários, sendo este o nosso CREDO:
CREDO (lat. credo ou credere, significando literalmente “Creio”) - O Credo é uma exposição resumida das doutrinas bíblicas. No século III d.C., devido aos erros acerca da Cristologia e da Divindade, houve a necessidade de que a Igreja declarasse de forma unívoca e universal a sua fé. Dessa busca pela refutação às heresias surgiu o “Credo Apostólico”, chamado assim não porque fora elaborado pelos apóstolos, mas porque sua natureza e conteúdo doutrinário eram fiéis à doutrina dos apóstolos (Ef 2.20).
O Credo da Assembléia de Deus é composto por 14 princípios de fé, os quais norteiam a nossa doutrina:
       Cremos...
1. Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
2. Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão (2 Tm 3.14-17).
3. Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e sua ascensão vitoriosa aos céus (Is 7.14; Rm 8.34 e At 1.9).
4. Na pecaminosidade do homem que o destituiu da glória de Deus, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode restaurá-lo a Deus (Rm 3.23 e At 3.19).
5. Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus (Jo 3.3-8).
6. No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor (At 10.43; Rm 10.13; 3.24-26 e Hb 7.25; 5.9).
7. No batismo bíblico efetuado por imersão do corpo inteiro uma só vez em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo (Mt 28.19; Rm 6.1-6 e Cl 2.12).
8. Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador, inspirador e santificador do Espírito Santo, que nos capacita a viver como fiéis testemunhas do poder de Cristo (Hb 9.14 e 1 Pe 1.15).
9. No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade (At 1.5; 2.4; 10.44-46; 19.1-7).
10. Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade (1 Co 12.1-12).
11. Na Segunda Vinda premilenial de Cristo, em duas fases distintas. Primeira - invisível ao mundo, para arrebatar a sua Igreja fiel da terra, antes da Grande Tribulação; segunda - visível e corporal, com sua Igreja glorificada, para reinar sobre o mundo durante mil anos (1 Ts 4.16. 17; 1 Co 15.51-54; Ap 20.4; Zc 14.5 e Jd 14).
12. Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo, para receber recompensa dos seus feitos em favor da causa de Cristo na terra (2 Co 5.10).
13. No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis (Ap 20.11-15).
14. E na vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tristeza e tormento para os infiéis (Mt 25.46).
           
                    Nosso Trabalho
Desde sua fundação, em 24 de outubro de 1918, a Igreja Assembléia de Deus em Pernambuco desempenha um papel importante na vida de seus membros e da sociedade pernambucana em sua totalidade.
O Departamento Social da Assembléia de Deus em Pernambuco, liderado pelo pastor Ailton José Alves - Presidente da IEADPE, e sob a coordenação da irmã Judite Alves, desenvolve ações nas áreas assistencial, educacional e profissionalizante. Distribuição de cestas básicas, auxílio funeral, atendimento médico, acompanhamento psicológico, encaminhamento de cirurgias, são algumas atividades desenvolvidas por este departamento. Também é responsável pelo gerenciamento dos nove Centros de Desenvolvimento Integral Vida, que assistem mais de 3.000 crianças, em diversas áreas de risco e exclusão social da capital pernambucana, oferecendo alimentação diária, reforço escolar, aulas de música, computação, artes e artesanato. Os centros ainda contam com um corpo docente qualificado, equipe médica e coordenação pedagógica, além de profissionais em diversas áreas e voluntários, que dedicam suas vidas no intuito de gerar cidadãos leais ao Senhor e úteis à sociedade.
O Centro de Recuperação Lar Feliz – CERELF, em funcionamento na cidade de Petrolina, é um projeto parceiro do Departamento Social, realizando um importante trabalho social na recuperação de dependentes químicos, oferecendo atividades ocupacionais, e acompanhamento médico, psicológico e espiritual.
O Departamento de Educação e Cultura gerencia três escolas na região metropolitana do Recife, oferecendo um serviço de excelente qualidade pedagógica, que estão situadas em Cavaleiro, Casa Amarela e São Lourenço da Mata, preparando seus alunos desde o ensino fundamental até o ensino médio, atendendo mais de 3.000 discentes.
A Rede Brasil de Comunicação é o meio de divulgação da mensagem evangelística pregada por nossa Igreja, bem como das nossas programações. Hoje, a RBC é composta de 18 rádios, espalhadas por todo o Estado, 1 canal de TV geradora e 3 repetidoras, executando transmissão via satélite para todo continente americano (Américas do Sul, Central e Norte) e parte do continente africano, além da transmissão via web (www.rbc1com.br). A Rede Brasil de Comunicação cumpre seu papel informativo, oferecendo uma programação diversificada e contemporânea, trazendo notícias, orientações nas mais diversas áreas, repertório musical qualificado, orientações espiritual, social e comportamental, informações atualizadas e transmissão dos cultos realizados na IEADPE.
A AD em Pernambuco tem consciência de seu papel espiritual e social na vida de seus membros, e do povo pernambucano em geral. Por esta razão, seus templos estão localizados em todos os bairros e municípios do Estado, e suas atividades abrangem um público diversificado, sem distinção de classes sociais e atingindo todas as faixas etárias. Avançamos confiantes no triunfo, tendo por divisa as palavras de nosso Senhor Jesus Cristo: “Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém” (MT 20.19,20).

                  Diretoria da Igreja

    A Diretoria da Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Pernambuco é um órgão colegiado, instituído para exercer a administração da Igreja, dirigido pelo Pastor Presidente, composto de ministros por ele indicados.
    Atualmente, compõem a Diretoria da Igreja os seguintes obreiros









                         Nosso Presidente

A Igreja Assembleia de Deus em Pernambuco está sob a liderança do pastor Ailton José Alves, desde outubro de 1998.
Nascido em 18 de agosto de 1953, na cidade de Timbaúba/PE, tem se dedicado incansavelmente no trabalho do Senhor. Ainda adolescente, aos 14 anos, inicia sua trajetória pregando o Evangelho, sendo logo indicado para cooperar na lista de culto local, na região de Jardim São Paulo e adjacências, onde residia. Foi maestro de corais e comissões de Círculo de Oração em diversas congregações, professor e dirigente de Escola Dominical.
No ano de 1974, foi separado para o diaconato e, em 1976, consagrado ao presbitério. Em 1980, foi ordenado Ministro do Evangelho, como evangelista, recebendo a ordenação de pastor em 1984.
É casado com Judite Maria da Silva Alves (filha do saudoso pastor José Leôncio da Silva) e pai de três filhos: pastor Ailton José Alves Júnior, Drª Ana Cláudia da Silva Alves e evangelista Jefferson Nafis da Silva Alves.
O pastor Ailton José Alves foi o primeiro missionário da Igreja Evangélica Assembléia de Deus, enviado à República da Argentina, no ano de 1981, para a cidade de Mar del Plata, onde permaneceu até 1989, deixando estabelecida naquela nação uma Igreja sólida e doutrinada que já completou 30 anos de fundação.
Pouco tempo depois de retornar ao Brasil, assumiu a Assembleia de Deus em São Lourenço da Mata, no interior do estado, e, após nove anos e seis meses à frente daquela igreja, marcados pela evangelização e formação de novos obreiros, foi escolhido para assumir a liderança da Assembleia de Deus em todo o Pernambuco, em 6 de Outubro de 1998.
Sob a direção e vontade de Deus, o pastor Ailton José Alves é o presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus (IEADPE) e da Convenção das Assembleias de Deus em Pernambuco (CONADEPE), conduzindo conduzindo de forma exemplar o rebanho do Senhor neste Estado.

                           Veja esses lindos vídeos da igreja Assembléia de Deus 

''E com toda essa história tão linda, não poderemos deixar de agradecer ao autor ao nosso Deus ''
a honra, a gloria, a força e poder ao Rei  Jesus !



Nenhum comentário:

Postar um comentário